sábado, 20 de fevereiro de 2010

Queda do Governo holandês

After a 16-hour cabinet meeting in The Hague last night, prime minister Jan Peter Balkenende gave a brief press statement explaining the parties have no confidence left in each other. "Where there is no trust, it is difficult to work together," Balkenende said. "There is no road left for this cabinet to walk."

Uma vez mais a guerra volta a estar na queda de um Governo. Há poucos anos foi o Governo de Wim Kok que tombou, perante um escândalo na Bósnia, onde os militares holandeses, por não estarem devidamente equipados militarmente, não conseguiram evitar o massacre de 7.500 pessoas.

Agora, é a desavença quanto à missão neerlandesa no Afeganistão. Sem condições para manter a coligação governamental, Balkenende apresenta a demissão à Rainha e as eleições legislativas serão marcadas para Maio.

2 comentários:

pvnam disse...

Desaparecer por desaparecer... mais vale vender... do que desaparecer à borla!
{ser comido por parvo-à-Servia, por aqueles que estão numa corrida demográfica pelo controlo de novos territórios... não obrigado!}

---> Bye, bye Portugal, Espanha, França, etc...
---> É uma 'situação natural' - a História sempre foi assim: em virtude de migrações... a nova população não se revê na Identidade Nativa... e então... depois surgem novas identidades...
---> O Kosovo é uma 'situação natural' (leia-se, não é uma 'Identidade a Régua-e-Esquadro')... e... DESAPARECEU À BORLA! Analogamente, afectadas por uma nova população - que não se revê na Identidade Nativa - será uma 'situação natural' o desmantelamento de muitas Identidades que, por enquanto, ainda andam por aí...


---> A população nativa portuguesa está a definhar... e (só os parvos-à-Sérvia é que não vêem isso)... o país está condenado a desaparecer.
---> MAIS VALE VENDER O PAÍS, por exemplo, à China... do que... entregar o país à borla aos novos dominadores da demografia nesta região do planeta
[nota: os Russos venderam o Alasca aos Norte-Americanos, e agora fala-se da Grécia...]



ANEXO:
-> Uma pequena alternativa: antes que seja tarde demais, há que mobilizar, para um separatismo, aquela minoria de europeus que possui disponibilidade emocional para abraçar um projecto de Luta pela Sobrevivência...

... disse...

Olá. É só para indicar a existência de um blog novo:

olhequenao.wordpress.com


JG