terça-feira, 14 de abril de 2009

O acentuar da derrocada de Fidel

Obama põe fim às restrições de viagens e ao envio de dinheiro para Cuba

Depois de décadas a alimentar o embargo, grande sustento das teses e posições de Fidel contra os EUA, Obama dá mais um passo no sentido de derrubar o sistema económico e social cubano, com o fim das restrições norte-americanas.
A Cimeira das Américas, dentro de dias, em Trinidad e Tobago, será um momento de interesse, em especial pelo possível encontro entre Obama e Raúl. Este confronta-se, cada vez mais, com o seu papel na história de Cuba: será o homem da transição ou o último líder comunista da ilha?

1 comentário:

J disse...

Era bom que lesse o que diz o seu adversário em WWW:GRANMA.CUBAWEB.CU.

Já agora também era bom que meditasse e analisasse porque é que Evo Morales disse na última conferencia da OEA : Cuba é o país mais solidário do mundo.Porquê?