terça-feira, 25 de setembro de 2007

Boa atitude de Washington

George W. Bush anunciou esta terça-feira, perante o Conselho de Segurança das Nações Unidas, que os EUA vão reforçar as sanções económicas à Birmânia. O presidente norte-americano disse ainda que os EUA estão «indignados» com a situação que se vive no país e com as atitudes da junta militar.

Nunca é tarde para emendar a mão e os Estados Unidos parecem estar, desta vez, apostados a não ser coniventes com a ditadura militar birmanesa.
O regime militar pode estar por fios e a luta de muitas pessoas, por uma país livres, mais perto de alcançar.

1 comentário:

Margarida disse...

Bush é responsável pelo assassínio de mais de 600.000 civis no Iraque, autorizou a tortura de prisioneiros na base naval de Guantánamo e o sequestro de pessoas, voos clandestinos e prisões secretas. Como se vê tem toda a autoridade moral para apregoar direitos humanos na Birmânia.