quinta-feira, 11 de outubro de 2007

A pobreza de propostas da direita

El presidente del PP añade que España es una nación, desea que los españoles dejen constancia de que se alegran de serlo y recuerda que, el viernes, se va a "honrar y exhibir" la bandera, el símbolo que, junto a la Corona, cree que mejor representa a España en el mundo.

A direita assume por vezes tiques anacrónicos, como a de considerar-se a única e legítima força política defensora dos valores da nação. De certo modo, esta atitude em nada difere a postura da esquerda fossilizada, segundo a qual mais ninguém tem direito nem propriedade para falar nem referir-se ao Trabalho e trabalhadores.
Estas posturas revelam sempre duas coisas: falta de projectos e responsabilidade.
Rajoy, desde que lidera o PP, não tem nenhum projecto para Espanha. Desde 2004 apenas sabe atacar, por tudo e por nada, o Governo do PSOE. Às vezes até vai contra aquilo que gosta de apregoar.
Percebe-se, assim, porque o PSOE está mais perto de revalidar em Março próximo o mandato governativo e o PP não.

1 comentário:

Ferran disse...

I arrived at your blog surfing on the net... With regards this issue you comment, in my opinion the current leaders of the PP are totally sick. Actually, since Aznar's 2nd victory (March 2000), the PP is absolutely out of reality. The PSOE could be better... but unfortunatelly not always proves to be so.
Greetins of a Catalan in Berlin.
PS: Sorry eu non falo portugueis!