quinta-feira, 27 de março de 2008

Como Menezes definiu tão bem a sua liderança

Menezes considera descida do IVA "irrelevante e casuística"

O líder do PPD definiu, em duas palavras, o estado em que se encontra o seu partido, devido à sua liderança: irrelevante e casuístico.
Como não tem propostas, muito menos um programa para o País, Menezes limita-se a reagir. E reage por tudo e por nada. O mais estranho, para quem ainda há bem pouco tempo anunciava querer desmantelar o Estado, é esta leitura, de que uma descida de impostos é irrelevante e casuística.
Dir-se-á: é pouco? É um facto. Mas, uma vez alcançado o esforço de ter um défice abaixo dos 3%, como prometido e cumprido, seria injusto continuar a pedir mais esforços aos portugueses. Como se sabe, e sobretudo, sente, os tempos também não dão grande confiança em termos económicos e seria uma péssima postura, neste momento, o Governo dar sinais de total incúria, baixando muito os impostos.
O rigor e disciplina adoptados até ao momento devem ser prosseguidos e mantidos.

1 comentário:

j. ricardo disse...

coerência era o mínimo que se exigia a este extraordinário líder do psd.

um abraço,
j.ricardo
www.rescivitas.blogspot.com