terça-feira, 4 de março de 2008

A saída de Paisley

Ulster: Paisley demite-se em Maio de PM e líder do DUP

Apesar de manter o lugar de deputado em Londres e em Belfast, Ian Paisley, um dos políticos britânicos mais controversos do século XX, sai de cena, com a renúncia do cargo de Primeiro-Ministro da Irlanda do Norte no próximo mês de Maio.
Paisley sai da política numa circunstância que provavelmente nunca imaginou, a estabilidade e entendimento entre protestantes e católicos no Ulster, tendo, para tal, sentado à mesa com Gerry Adams.
Quanto tanto se fala no beligerante Blair, muitos, em especial na Europa, esquecem-se de quem foi o principal responsável pelo fim de um conflito que há cerca de um século afectava o Reino Unido e a Irlanda, e que ceifou muitas vidas inocentes.

2 comentários:

Gabriel Silva disse...

é justo.

Mas uma precisão: o conflito, no que diz respeito á irlanda do norte, não data de um século atrás, mas sim do final dos anos 60 princpio dos anos 70.

CMC disse...

Caro Gabriel,
A leitura do século referida compreendia o período anterior e posterior à independência da Irlanda.