quinta-feira, 3 de janeiro de 2008

O branqueamento do PCP

Quanto mais jovens, mais positiva é a sua imagem da ex-RDA

Não deixo de lamentar a hipocrisia do PCP.
Aludindo a um estudo que se efectuou na Alemanha, a jovens com idades entre os 15 e os 17 anos, os comunistas portugueses manifestam indignação por a análise dos dados apresentados apresentar inquietude, sobretudo no que se refere ao desconhecimento do papel da polícia política - STASI - na RDA, conforme o artigo da edição do Avante destaca:
Segundo o diário francês Le Monde (29.12), que divulga alguns aspectos do inquérito publicado no dia 27, os resultados relativos ao estado oriental de Brandeburgo são «inquietantes».
«Inquietantes» porque, na opinião do prestigiado matutino, estes adolescentes que cresceram no território da tal «ditadura comunista», afinal, «conhecem menos a história da RDA que os seus compatriotas da Renânia do Norte-Vestefália», situada no Ocidente.
Como atestado dessa «ignorância», o jornal aponta o facto de 37 por cento dos inquiridos terem respondido que a Stasi, nome dos órgãos se segurança do Estado socialista, era um serviço de informações como outro qualquer.

Por outro lado, o PCP tem dificuldades em aceitar a RDA como uma ditadura, por isso alude à "tal «ditadura comunista".
Para o PCP, os jovens alemães que manifestam simpatia pela RDA, mesmo desconhecendo o que era o regime, não demonstram "ignorância" mas "realismo".
O que não diria o PCP se em Portugal surgisse um estudo com jovens a simpatizar com o Estado Novo, mesmo não sabendo o que foi e fez a PIDE (com a sua boa dose de razão o PCP se indignaria, pois muitos dos seus militantes sentiram e sofreram na pele pela falta de Liberdade em Portugal, a mesma que não existia na RDA).
O PCP devia ter vergonha pelos elogios que presta às defuntas e pouco saudosas ditaduras comunistas.

1 comentário:

Margarida disse...

“O que não diria o PCP se em Portugal surgisse um estudo com jovens a simpatizar com o Estado Novo, mesmo não sabendo o que foi e fez a PIDE (...).
O PCP devia ter vergonha pelos elogios que presta às defuntas e pouco saudosas ditaduras comunistas. “ Escreve o CMC. E eu só lhe peço CMC, que nos diga um pouco mais precisamente do que é que fala e que explique com pormenor do que é que o PCP devia ter vergonha.