quinta-feira, 7 de fevereiro de 2008

A amnésia de alguns bispos espanhóis

Zapatero recordó cómo en los consejos electorales de la Conferencia Episcopal para 2000 y 2004 no se introdujeron ataques al Gobierno, entonces del PP, por su política contra ETA. "Ésta es la primera vez que se hace una consideración general sobre el diálogo o no [con ETA], legitimidad o no [de ese diálogo], en una nota previa a las elecciones", se quejó.

Zapatero fez bem em recordar ao núncio do Vaticano a postura da Igeja Católica espanhola em matéria de negociações do poder político com a ETA.
A pretensão de ajudar o PP acabou por sair furada, como o Tiago refere. Há poucos dias estavam empatados, agora o PSOE tem uma vantagem de 6,4%.
Ainda falta correr muita água por baixo da ponte, as eleições realizam-se dentro de um mês. Por este andar, os socialistas estão mais próximos de alcançar a maioria absoluta.
A seguir com atenção.

3 comentários:

Anónimo disse...

Hoje Rajoy estará no canal "cuatro". O que será uma verdadeira prova de fogo ao lider do PP. Isto porque o entrevistador e pivot do canal, Iñaki Gabilondo, não é propriamente conhecido pela sua simpatia pelo PP. Algo que demonstra todos os dias na abertura do telejornal deste canal. A seguir com atenção e principalmente as análises da imprensa de amanhã.

Por outro lado, o PP assumiu ontem uma proposta para a imigração, pomposamente chamada de "contracto de integración", que basicamente é decalcada da proposta da CiU das últimas eleições para a Generalitat e da implementada por Sarkozy em França. O PP começa a mostarar os dentes...
Abraço,
Nuno Pinto.

filomeno2006 disse...

El gallego Rajoy Brey le "ha dado un baño" a Inhaqui.........

filomeno2006 disse...

El bracarense Monseñor Monteiro de Castro......¿Miraba con "cara de pocos amigos" a Zp, que le echaba una bronca?